BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 22 de julho de 2008

Para o meu Pai (feito Foz)




E nesta Foz, onde o Douro abraça o mar, nasceu um dia
Aquele que foi meu farol em tantos ventos.
Na Cantareira fez-se luz, num beco onde o rio se via,
Que iluminou minha vida em tantos e tantos momentos.

Meu pai, pescador menino, dividido entre a escola e o mar
Cresceu em fomes de pouco pão e ausências de ternuras.
Fez-se homem de mãos abertas, doridas de trabalhar,
Mas de coração lindo e franco, carregado de doçuras.


De quem não sabe escrever em versos, marejados de saudade,
Esta falta, esta ausência, estas memórias sem idade.



Fotografia, carinhosamente oferecida, de Marta Vinhais

21 Gotas de Chuva:

Coragem disse...

Linda poesia em homenagem ao teu Pai.
Simplesmente Lindo!

Beijinho

Sha disse...

Uma bela e sentida homenagem.

Conheço bem (tão bem!) essa Foz...

Beijo
Sha

Dois Rios disse...

Um dizer de amor e saudade em versos de pura emoção.
"Pai": apenas três letrinhas onde cabem tanto sentir e tanto querer.
Lembrei tanto do meu!
Emocionante!
Beijo grande,

Dalaila disse...

fabuloso, nada mais posso dizer calo-me nessa foz onde moro todos dias

Marta disse...

E na Foz há sempre histórias e encantos...Saudades, desejos e consolo dados pelo mar....
Perfeito o poema....
Beijos e abraços
Marta

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

É tão bom dedicarmos coisas lindas aos que amamos;)

Adorei essa foz!

beijinhosss

Xinha disse...

Linda homenagem!
A estrelinha do seu pai, hoje irá brilhar mais forte do que nunca... !


Xi-coração

paula barros disse...

Belíssima homenagem ao seu pai. Uma saudade,transformada em lindas palavras, com muito sentimento.
Parabéns.
Precisando de alguma foto minha, caso goste, é só dizer.
abraços

Nanda Assis. disse...

sinto muitra falta do meu pai. figura maravilhosa! pai é tudo de bom!!!
linda foto...
bjosss...

João Videira Santos disse...

Direi de palavra aberta e sincera: É um poema LINDISSIMO!
Escrevi com maiusculas porque é assim que a palavra de deve afirmar!
Nos meus parabéns,um abraço

Anja Rakas disse...

E de repente senti saudades do meu...
Senti saudades da sua voz grossa...
Do seu jeito de abrir bruscamente a porta do meu quarto...
De repente hoje...gostaria de um abraço.

Beijo

Camila disse...

Ai meu paiiiii!
Saudade dele!
E mais ainda do meu avô que faleceu!
=/
Beijo

NAELA disse...

Palavras doces e sentidas numa homenagem merecida!
Beijo terno

JOICE WORM disse...

Belas palavras em homenagem Só eu... Ao seu pai, ao Douro, à natureza e à fotografia, sem escapar a importância de quem a escreveu. Bem haja!

Azul disse...

Uma homenagem linda e terna.

Beijo e um abraço carinhoso

Azul

Incombustible disse...

No lo conozco , pero ¿Como sé que tu padre ha sido un gran nombre?. Sencillo, porque hizo florecer a la persona tan maravillosa que eres tú.

Muchos besos y muy agradecida de todas las visitas hechas a mi espacio, y del remanso que es tu blog para quienes estamos sedientos de ternura.

Besos

Anja Rakas disse...

Hoje...só quero um afago simples.

Beijo doce

Dois Rios disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bia disse...

Poético!


miminhos... atrevidos!

Luís Reis (Para o meu Avô) disse...

Tenho pena de nunca te ter conhecido, de nunca ter ouvido as tuas histórias sobre o mar ou sobre a vida, mas acima de tudo tenho pena de nunca te ter dado um beijo ou um simples abraço.
Apesar desta partida que a vida nos pregou, sei que foste e ainda és um Grande Homem!
Espero um dia te poder abraçar, mas para já, apenas te posso deixar um beijo de saudade com a esperança que ele chegue até ti.
Até um dia!

disse...

oh!
q lindo, adorei.
parabens!
:)