BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, 28 de junho de 2008

Fusão



Neste silêncio, só o teu corpo fala…

Treme-me a saudade de frio numa enorme demora
Abre-se um nevoeiro na voz que cala as palavras dos meus versos
Escorre uma brisa nas ondas que me trazem a ausência dos teus cheiros

No entanto ali à minha frente, tu e a água
Fundem-se num mar que nunca naveguei…

25 Gotas de Chuva:

Coragem disse...

Lindissima fusão de palavras.
Onde por aqui o Amor, se encontra sempre presente.

helena disse...

Mais uma vez uma fresca sensibilidade poética.

O frio... chego a sentir saudades do frio!

Bjx de cores frias

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Texto apaixonante!!!
Já adicionei o blog no meus favoritos!!!

Me apaixonei tbm pelo layout!!!
*____________________*

Ana disse...

É tão bom o silêncio...principalmente quando esse silêncio nos revela um mar único de emoções! E nos conduz por caminhos que nunca trilhamos!

Clecia disse...

Lindo poema! Bjos e um ótimo fim de semana!

Marta disse...

O amor sempre presente no silêncio que se encontra à beira mar...
Hoje também falo do mar....
Até já
Beijos e abraços
Marta

Humana disse...

Adorei simplesmente!
Espero que te fundas nesse mar de desejo.
Um beijo muito doce meu querido.

Borboleta disse...

Colocas dois elementos da natureza numa prefeita fusão e é isto que dá...mais um post cheio de fusão, envolvimento...
Simplesmente, algo tão simples e tão magnífico...

Beijinhos

mariam disse...

vontades...desejos...amor?!

lindo!

bom fim-de-semana
um sorriso :)

Desnuda disse...

Lindo texto! Suave, terno...Adorei!

Beijos e um ´ótimo fim de semana!

LindaRê disse...

ah, foi lindo...

Incombustible disse...

Pasé por aquí, para agradecer el comentario que hiciste en el mío, y me encuentro con esta joya que es tu blog .

Y aunque entiendo más o menos el portugués, me estoy planteando seriamente aprender el idioma, para no perderme ninguna frase.

¡Muito obrigada! y muchos beijos (eso es, prácticamente, lo único que sé escribir en portugués)

camila disse...

Nunca navegou... mas de certo irá navegar!
É muito envolvente este poema...
amei.
Beijo
=)

Juani lopes disse...

bonito poema, feliz fin de semana saluditos

JOICE WORM disse...

Bueno, qué decir... está fenomenal! Enhorabuena, guapa.

Di disse...

O silêncio pode ser bom, ou pode ser um tormento.

Layla Lauar disse...

e ainda não navegaste porquê..? fosse eu essa que se mistura com o mar...estaria já desaguando as minhas águas para te inundar com elas.

Agradecida pelas palavras delicadas e carinhosas que sempre deixa lá no meu blog.

rejuntei teus pedacinhos de beijos e tranformei num enorme beijo, igual este que deixo para ti.

Um domingo ótimo domingo.

Humana disse...

Olá,
venho deixar o meu endereço como pediste.
acd_casanova@hotmail.com
Um beijinho

Nanda Assis. disse...

um blog perfeito!
adoro sentimentos a flor da pele!
um dia escreverei assim.
"fusão" muito lindo e "abraça-me" me arrepiou os pêlos.
obrigada pela oportunidade de conhecer suas palavras.
bjoss.

Esmeralda disse...

Nunca navegou?
O que espera?
Caminhe até ao cais mais próximo, olhe em redor, roube, sim roube um barco é por uma boa causa, e navegue…
…navega até onde o mar beija o céu e se misturam num só, numa miscelânea de azuis e verdes.
Navegue…

pin gente disse...

mas com o mar... um dia irá acontecer

abraço

Anja Rakas disse...

Sou feliz por ser mulher...
Sou feliz por ter esse poder...
Sou feliz porque sou Mulher com esse poder!

Bjs navegantes

Xinha disse...

" ... por mares nunca dantes navegados..."

É o enorme prazer da descoberta...a aventura... entusiasmo !!

Para não variar, mais um belissimo post !

Xi-coração

Jade disse...

o teu corpo dissipa na imensidão do nevoeiro ,
o teu olhar é como um farol,
ilumina o caminho para ela voltar...
:)
Beijo

Anónimo disse...

Sim, provavelmente por isso e