BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Um corpo nas tuas Mãos


Não sei dos remos, nem do leme
Só o mar do teu corpo fica.
Fiz um barco no desejo da tua pele
E naveguei, sem destino, nas ondas
Que se esmagam nos rochedos da saudade.
Não sei das rotas, nem dos portos
Só o mar do teu corpo fica.
Icei as velas, beijei os ventos
E naufraguei na baía do teu regaço
E lá fiquei até que o meu desejo se encha do teu corpo...

4 Gotas de Chuva:

Sonhadora disse...

Poeta

Naveguei pelas suas palavras e vou cheia de poesia, adorei.

Beijinho
Sonhadora

Sandra disse...

Lindíssimo.
Inspirei a maresia de desejos.
Beijinho

Graça Pires disse...

Muito belo! navegamos nas palavras de corpo inteiro...
Beijos.

Teresa Almeida disse...

O mar é paixão, sonho e delírio!
Belo poema Ricardo!
Um abraço.