BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, 16 de abril de 2011

Janela do Coração


Na ânsia de te tocar, de poder beber-te o olhar,
Fiz das palavras ondas e do desejo barco.
E assim embarcado, ao sabor da maré,
Por tantas espumas feitas luas
De velas enfunadas aos ventos
Navego na distância dos nossos olhares
Até que, pelo menos, num momento,
Se possam cruzar na janela do meu coração.

7 Gotas de Chuva:

Mariz disse...

Adorei, sem palavras para interromper essa doce navegação.

bom domingo!

mil beijos!

J. Antero disse...

Olá amigo
Gostei muito de navegar
No silêncio do olhar
Entre as ondas deste mar

Um abraço
Bom fim de semana

Antero

Sonhadora disse...

Poeta

Entre o céu e o mar...naveguei neste belo poema.

Um beijo
Sonhadora

Sandra disse...

Que poema lindo. Facilmente nos sentimos navegar neste mar.

Graça Pires disse...

Amor com sabor a maresia...
Beijos e uma Boa Páscoa.

Maria disse...

Lindo! Com um barco a embalar o amor, ao sabor das ondas...

Beijinho, Ricardo.

Teresa Almeida disse...

Reparo na beleza dos teus poemas!
Reparo que emergem de profundidades marítimas!
Continua a navegar...
Beijinhos
Teresa