BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 12 de julho de 2011

Hoje não!



Não me apetece versos com palavras dentro
Nem praias que o mar, inexoravelmente, visita em cada onda.
Não me apetece bocas com risos pendurados
Nem braços que se apertam de encontro ao nada.
Não me apetece beijos nem caricias de vento feitos
Nem um corpo erguido de fantasmas doutro ser.
Hoje não me apetece falar com esta boca a sair dos dedos...

5 Gotas de Chuva:

Maria disse...

Mas falaste. E tão bem... e bonito!

Beijinho, Ricardo.

Teresa Almeida disse...

As palavras ...
rebentam na tua praia
naturalmente

ondas de beleza
saem dos teus dedos
em espuma de poesia

O teu coração é marinheiro!
Parabéns Ricardo.

Graça Pires disse...

Mas apeteceu-te dizer isso neste belo poema...
Beijos.

EU disse...

Não te apetece a vacuidade das coisas, de gestos, das palavras, daí teres escrito algo com muito sentido e sentir...
Parabéns!
Bjinho :)

Sue disse...

Há uns dias de nada apetecer,
Noutros dias, ah, quanta fome...
E nesse instável querer,
sempre murmuro teu nome...

(desculpe, o atrevimento, não resisti... ao teu belo e significativo post)

Bj!