BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

domingo, 12 de abril de 2009

Fez-se noite...



Esmaga-me este negrume que a noite teima em derramar.
Percorro o silêncio que impus aos meus versos na esperança que calem
A revolta de ver sofrida a certeza de te amar.

Fecho a janela da madrugada porque não quero que amanheça
Sem que a luz pinte de claridade a convicção dum novo cheiro a dia novo.

Não quero mais ouvir a rebentação das ondas de encontro aos meus sonhos.
Não sei se acorde ou se me deixe dormir na calada desta duvida.

Não vou continuar. Fico-me por aqui.
Faz-se noite e eu quero dormir...

15 Gotas de Chuva:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Mesmo sendo época de coelhinho, meu computador esta mais para tartaruga, por isso só estou passando para desejar uma linda semana com muito amor e carinho.
Um grande abraço
Eduardo Poisl

Humildevaidade disse...

Foi com muito apreço que li e reli o lisonjeador comentário que deixou no meu blogue.
Agradeço a visita. Não meu diga que foi a 25ª Hora que nos encontrou...?
Quanto à falta de comentários aos meus escritos, prefiro acreditar que deixo sem palavras quem os lê :P Brincadeirinha...
Agora, dê-me tempo para vaguear pelos seus posts.

Um abraço,
Uma humilde vaidade chamada Vera

Graça Pires disse...

Apesar de tudo, a noite continua a ser um lugar de sobrevivência...
Belo, o poema.
Um beijo.

Moonlight disse...

Adoro ler teus poemas...fico sempre maravilhada e releios sempre.
Por vezes é melhor ficarmos adormecidos por esse amores assim...

Bjs cheios de luar

Anja Rakas disse...

minha boca
é pouca
pro desejo
que anda à solta

Martha Medeiros

Maria disse...

Apesar de gostar da noite às vezes sinto-me assim. Será da idade, ou do tempo...

Um beijinho, Ricardo

Carla disse...

não deixes que o sonho se transforme em pesadelos, nem para ti nem para quem amas. E tu que gostas da noite, torna-a num espaço de redescoberta e oferece-nos sempre as palavras com que nos encantas
beijos para ti e um especial para a Ana

Aquela que posso ser. disse...

Viva!


Dorme...

:) muito bonito.

sonhos disse...

A noite, o silencio, o encontro com o nosso eu.

Beijinhos

Menina_marota disse...

As noites... tão minhas.

Mas adoro o amanhecer e ver o sol despontar por detrás das colinas, para no final do dia se deitar no mar...

Gostei muito de te ler,

Bj

Humildevaidade disse...

Quando quiser, pode usurpar a minha última "tela", não lhe dei um rosto, deixei-lhe apenas o rasto... invente-lhe uma história...

Incrível, vivo à beira mar e nem um rabisco dele tenho.

Cumprimentos

*e agora aguardo eu ansiosa para ver o que o seu génio faz com o meu traço...

Catarina Alves disse...

Belissimas palavras, lindissima a fotografia...

Um cantinho muito acolhedor...

Beijinho

susaninha disse...

Não vou continuar. Fico-me por aqui.

Adorei os seus poemas são verdadeiros sonhos da poesia, lindos

Que um anjo te ilumine

Abraços

Branca disse...

...eu gosto do silêncio da noite. Lindo poema!

Ótimo dia pra vc!

f@ disse...

Cinza o preto no branco...
sonho quase prata...

... a esperança do verso ser aurora tão clara que sabe a tarde de intenso sol e brilho de céu...
a realizar os sonhos é que rebentão as ondas... espuma branca se sentir...

beijinhos