BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Tão longe...



Não me chegam as brisas do meu mar.

Aqui, tão longe, de saudades vestidas, só me cantam gaivotas de lembranças.
Aqui, onde as praias falam distancias, só me resto eu.

(e nesta ausência, revisito o mar em cada olhar no horizonte. Hasta Ya!)

23 Gotas de Chuva:

Anaconda disse...

E em cada novo olhar perscrutando o horizonte, tu continuas lá, as lembranças continuam lá, as saudades continuam lá... e o que é isso senão uma brisa que sopra?

Marta disse...

Tão longe e tão perto....
As saudades espalhadas na cor do mar....
Partem, depois com a espuma e encontram outra praia...
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

Carla Sofia disse...

Apesar de belo, o mar não chega para calar a voz da saudade... e quando a saudade aperta até a canção do mar se confunde com o choro da alma....
beijinho

Som do Silêncio disse...

Vejo que estás em Barcelona, meu amigo!
Linda cidade :)Aproveita-a bem, pois vale a pena. Estive aí em Agosto!

Deixo-te um beijo muito terno!

Som

Sol da meia noite disse...

Quem nos tira o nosso cantinho, tira-nos tudo.
As tuas palavras o dizem...
Mas no horizonte, podes ver o teu mar... senti-lo...

Fica bem, amigo.
Um beijinho *

Ana Martins disse...

A força do amor vencerá todas as distâncias, e um dia as saudades ficarão nas ondas do mar!

Beijinhos.

Maripa disse...

Onde estiveres as brisas do teu mar estão contigo,sempre...
Essas brisas embrulhadas em lembranças(de tão agarradas à tua pele) não te deixam ser "Só Eu"...

Beijos com muito carinho,R.

Aproveita bem as Ramblas...é tão bonito passear por aí!

Hasta ya!

Nênê disse...

Hasta ya!
beijinhos!

Anja Rakas disse...

Imagina se restasse uma multidão?!?
Prefiro que restes tu..só tu..nessa tua imensidão de ser maravilhoso.

eu disse...

Nestes dias em que eu necessitei de me refugiar de mim mesmo e dos outros, senti saudades de algumas coisas, especialmente de escrever e de visitar aquilo que algumas pessoas escrevem. Ainda bem que regressei.
O mar é ultimamente o meu verdadeiro refúgio, as lembranças que ficam para lá do horizonte, ainda me atormentam.
Abraço

paula barros disse...

"de saudades vestidas.."

fiqui pensando, imaginando. as vezes nos sentimentos vestidos por tal sentimento, achei uma ótima descrição.

abraços

vera disse...

Através da Coragem, vim aqui para ao teu cantinho, que gostei muito.

è bom saber que existem pessoas como você e a Coragem, que nos dão o prazer da leitura, com as coisas lindas que escrevem.

Um abraço
Vera

Desnuda disse...

Que bonito...Embora seja triste a saudade...


Beijo

Mié disse...

...só me resto eu.

_e


de mim____só me resto eu

um beijo

bom fim de semana


Obrigada pela visita às minhas fotografias...andam um pouco atrasadas... as postagens

_______ é deste tempo melancólico. estático.

Justine disse...

Viver de lembranças também pode ser doce. E amargo. Mas bom...

Carla disse...

que estejas a aproveitar o melhor possível essa tua estadia em Barcelona...a cidade tem tudo para que isso aconteça
beijos e diverte-te

pin gente disse...

hasta ya, es tan cerca e tan lejos!
las olas del mar de ti no se olvidaran, nunca... por lejos que esteas de nosotros.
un beso
luísa

José disse...

Sempre gostei das manhãs de inverno...chuvosas, aos Domingos, deitado e a ouvir as gotas cair.
Tudo de bom

FERNANDA & POEMAS disse...

Querido Amigo, tão longe e tão perto o Mar, que mata as saudades... Lindo... Adorei!!!
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

Madalena disse...

Talvez dorido mas muito bonito. :)

Paula Raposo disse...

Gostei de te ler...beijos.

Marta Vasil disse...

Mas chegaram-me as brisas do meu olhar para ler um poema lindo.

Um beijinho

MV

Humana disse...

Melancólico mas lindo como sempre!
Um beijo muito grande.